Um em cada cinco brasileiros foi alvo de phishing em 2020

1 min de leitura
Imagem de: Um em cada cinco brasileiros foi alvo de phishing em 2020
Imagem: Freepik
Avatar do autor

O Brasil é líder mundial em golpes na modalidade de phishing, quando um criminoso cria uma página falsa ou uma tela de login para simular um site verdadeiro. Esse tipo de fraude, que pode ser aplicada em bancos, redes sociais e serviços de streaming, ao menos tentou atingir um em cada cinco brasileiros.

A estimativa é de um relatório da Kaspersky. Segundo a companhia de segurança, estamos na frente de Portugal, França, Tunísia e Guiana Francesa, que são os outros quatro locais que mais registraram esse tipo de golpe de roubo de dados.

Efeito coronavírus

Tradicionalmente, o phishing já era bastante utilizado no país, mas a pandemia da covid-19 fez a intensidade e a frequência dos golpes crescerem ainda mais. Em fevereiro e março de 2020, foram registradas 120% a mais de ameaças desse estilo em relação ao mesmo período do ano anterior, especialmente pela adoção maior de trabalho remoto e aulas à distância.

A própria pandemia virou tema de muitos dos golpes registrados, desde páginas que imitam cadastros para o recebimento do auxílio emergencial até ofertas de itens de higiene pessoal, como máscaras e álcool em gel.

Estamos aprendendo?

Porém, há uma boa notícia relacionada aos cuidados do brasileiro. Ainda de acordo com o relatório, 20% dos brasileiros de fato tentaram pelo menos abrir um link que levou a uma página de phishing em 2020 — sendo que o mesmo índice em 2019 foi de 30%, o que indica que os golpes podem ter crescido, mas estão menos eficientes.

De acordo com especialistas da Kaspersky, a falta de educação digital que ajude no reconhecimento de golpes é o principal motivo dos altos índices registrados no Brasil. Você pode conferir o relatório completo no site da empresa.