Se você usa sites que realizam algum tipo de transação financeira ou então locais onde informações confidenciais são trocadas, provavelmente já se deparou com uma situação em que o site exige a instalação de algum plugin de segurança para que todas as suas funções possam ser utilizadas.

Em sites de bancos, isso pode ir além. P ara realmente realizar todas as funções disponibilizadas é preciso cadastrar o computador através do caixa eletrônico, informando uma senha fornecida no site da instituição financeira, exclusivamente para você.

Isso acaba gerando algum transtorno, mas, com certeza, é para o seu próprio bem. Se você já se irritou ou então só deseja saber um pouco mais sobre isso, este artigo será de grande utilidade. Aqui, nós trataremos acerca destes cadastramentos de segurança realizado por alguns sites, especialmente os de banco.

Como funciona o processo?

Você acessa o site do banco e antes de entrar em sua conta, ele exige a instalação de um arquivo de segurança, que deverá garantir a segurança na autenticação dos dados, evitando que algo seja roubado por arquivos maliciosos. Depois de instalar este complemento, já é possível acessar o site normalmente.

Este tipo de procedimento é bastante comum em sites de bancos

Mesmo assim você ainda não poderá realizar transações, apenas fará consultas, emitirá extratos e etc. Para fazer pagamentos e transferências, será necessário cadastrar o computador no caixa eletrônico. Solicitando este cadastramento, o site gerará uma senha eletrônica, que deverá ser informada no caixa, para então liberar aquele computador.

Se você desejar utilizar mais computadores para este fim, terá que cadastrá-los novamente, sob o mesmo processo: acessar sua conta bancária, solicitar a senha e então cadastrá-la no caixa eletrônico.

Pra que tudo isso?

Apesar de bem mais trabalhoso do que simplesmente acessar seu computador e realizar transferências e pagamentos, este método praticado atualmente por alguns sites de bancos é muito mais seguro e os motivos disso são bastante claros e a base de tudo é, sem dúvida, a proteção de seus dados e de seu próprio dinheiro.

Ao liberar computadores específicos para realizar tarefas que envolvam saída de dinheiro de sua conta (como transferências e pagamentos), você evita que a ação de criminosos virtuais lhe sejam prejudiciais. Por exemplo: seu computador foi infectado por vírus e suas informações de acesso à sua conta foram roubadas.

Ou seja, alguém conseguiu os números de sua agência e conta e também suas senhas de acesso. Se esta pessoa tentar acessar a sua conta, o fará de outro computador que não estará habilitado para realizar transações financeiras, afinal, estão cadastrados somente os computadores que você tem acesso.

Deste modo, por mais que você seja alvo de arquivos maliciosos e tenha seus dados roubados, não sofrerá nenhum dano. Provavelmente, ao notar diversas tentativas de acesso a sua conta a partir de outros locais e computadores que não eram o seu (o cadastrado no site do banco), o seu banco entre em contato com você para resolver esta situação.

Então eu estou completamente seguro, certo?

ERRADO! Obviamente, os bancos e outros sites que utilizam este método de segurança e criptografia, não disponibilizam muitas informações sobre isso, afinal, se o fizessem, estariam colocando em risco as informações, dados e dinheiro de seus clientes. Contudo, uma coisa é certa: nenhum sistema é infalível, então algumas dicas devem ser seguidas para evitar maiores dores de cabeça.

Não habilite muitos computadores

Proteja-se!Evite habilitar muitos computadores para ter acesso pleno a sua conta, pois assim estará limitando o número de possibilidades de uso fraudulento de suas informações.

É altamente recomendável também que você não libere para uso total de sua conta bancária pela internet computadores públicos. Para sua segurança, libere apenas o seu computador pessoal.

Programa antivírus atualizado

Outra ferramenta indispensável para quem utiliza a internet é um bom programa antivírus instalado e atualizado em seu computador. Eles são um grande auxiliador na hora de manter a segurança de seus dados intactos, pois enquanto estão ativados monitoram a ação de seus aplicativos.

Realize scans completos regularmente

Não basta simplesmente ter um programa antivírus instalado para que tudo vá bem. Para fortalecer ainda mais esse seu “esquema de segurança virtual”, tenha o costume de regularmente (uma vez por semana, pelo menos) realizar um scan completo em todo o seu sistema em seu computador. Assim você terá a garantia de que não existem ameaças detectáveis em seu PC.

Enfim, caro usuário, existe uma série de atitudes que devem ser levadas em conta enquanto se usa a internet. Além disso, ficar atento ao instalar programas com procedência desconhecida e também ao clicar em links suspeitos (clique para acessar nosso artigo sobre os problemas de ser um “clicador compulsivo”).

Para mais informações sobre vírus, acesse o artigo De onde surgem os vírus que infectam nossos computadores?. Espero que as informações expostas acima tenham sido úteis e ajudem na segurança de suas máquinas e informações bancárias. Um forte abraço e um bom final de semana a todos.

Cupons de desconto TecMundo: