Câmeras do Tesla Model 3 monitoram atividade do motorista

1 min de leitura
Imagem de: Câmeras do Tesla Model 3 monitoram atividade do motorista
Imagem: VisualHunt
Avatar do autor

Um hacker conhecido por destrinchar hardware e softwares contidos em veículos da Tesla descobriu que as câmeras internas de carros da montadora podem registrar o comportamento de motoristas. O achado contraria a afirmação anterior do CEO Elon Musk, que afirmou que as câmeras seriam utilizadas exclusivamente para o futuro serviço de táxis automatizados.

A investigação resultou na descoberta de alguns aspectos que a câmera é capaz de detectar, e algumas delas podem ser aplicadas para o próprio motorista do veículo. Entre as ações detectadas estão:

  • Se está com olhos fechados, olhando para baixo, para cima ou para os lados;
  • Se a cabeça está abaixada ou balançando;
  • Se está usando o telefone;
  • Se está usando óculos escuros e se está de óculos escuros e com visão distraída da estrada;

Dois outros parâmetros detectados pela câmera — “blinded” e “dark” — ainda não estão claros; elas podem se referir ao ambiente escuro e a visão obstruída do motorista, ao passo que podem ser relacionadas ao estado da câmera, quando ela não for capaz de identificar o motorista devido à falta de luz ou se estiver com visão totalmente obstruída por algum objeto.

Ainda não há confirmação de que a Tesla utilizará as câmeras para monitorar a atividade do motorista. As câmeras foram inicialmente habilitadas em junho e acionadas em um programa voluntário para testes destinados a avaliação de colisões.

Há a possibilidade de que essas detecções da câmera sejam a resposta da Tesla para um aprimoramento no sistema de verificação de atenção de motorista, permitindo certificar que o piloto está atento a viagem sem que precise segurar o volante — algo próximo do que a GM aplicou no Super Cruise.

Resta aguardar pronunciamentos da companhia para esclarecer esses parâmetros avaliados pelas câmeras.

Câmeras do Tesla Model 3 monitoram atividade do motorista