Engenheiro da Google encontra bug na Barra de tarefas do Windows 10

1 min de leitura
Imagem de: Engenheiro da Google encontra bug na Barra de tarefas do Windows 10
Imagem: Microsoft
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Um novo bug ou falha de design no Windows 10 foi identificado na Barra de tarefas, que abriga atalhos de programas e serviços bastante utilizados pelos usuários. O problema envolve especificamente uma lentidão indesejada no momento de abrir o menu de opções nos ícones lá posicionados, ativado quando você clica em um deles com o botão direito do cursor.

Quem descobriu o bug e reportou em detalhes o ocorrido foi Bruce Dawson, engenheiro da Google, que reproduziu o problema em um dispositivo com 32 GB de RAM e um SSD de 2 TB e publicou o resultado no GitHub.

Segundo ele, a falha já existia desde o ano passado e teria sido corrigida apenas parcialmente pela Microsoft, já que o atraso ainda existe em menor intensidade. Ele acontece em todos os programas, desde navegadores até editores de texto.

O menu da Barra de tarefas abre mais lento do que deveria, segundo a denúncia.O menu da Barra de tarefas abre mais lento do que deveria, segundo a denúncia.Fonte:  TecMundo 

O atraso seria de menos de um segundo — especificamente, entre 200 e 250 milissegundos (ms) de acordo com o engenheiro. Entretanto, o ideal seria um valor estável em torno de 50 ms, tornando a resposta ao comando de clique praticamente imediata. O bug foi encontrado também ao selecionar o calendário, no canto direito da Barra de tarefas.

A "denúncia" contendo uma descrição completa do erro foi submetida à Microsoft e, segundo a empresa, a possível falha está em avaliação pela equipe e mais detalhes serão compartilhados em breve.

Engenheiro da Google encontra bug na Barra de tarefas do Windows 10