Play Store será mais rígida com apps que usam GPS no Android

1 min de leitura
Imagem de: Play Store será mais rígida com apps que usam GPS no Android
Avatar do autor

A Google anunciou no blog do Android que vai realizar mudanças na Play Stor e visando prevenir que aplicativos utilizem dados de localização do usuário de maneira desnecessária. A companhia vai começar a revisar os apps presentes na loja e só manterá o acesso ao GPS em segundo plano nos serviços que realmente precisam da função.

Segundo explica a empresa, diversos aplicativos que pedem acesso à localização em segundo plano não precisam da funcionalidade e conseguem entregar uma experiência de uso satisfatória sem o recurso. Graças a isso, os desenvolvedores precisarão solicitar uma pré-aprovação para utilizar a solução no Android. Caso a Google julgue que o acesso aos dados é desnecessário, o aplicativo não poderá utilizar a ferramenta e pode até ser excluído da plataforma se não seguir a diretriz.

(Fonte: The Verge/Reprodução)

Para tornar o processo de avaliação mais transparente, a empresa divulgou alguns dos critérios que serão utilizados na avaliação no site do Android, além de um calendário indicando os limites para realizar as mudanças. Segundo o blog da companhia, os desenvolvedores terão que avaliar se o uso da localização em segundo plano é realmente necessária para a função primária do app e se os usuários esperam que esse tipo de informação seja coletada.

Mudanças devem ser feitas até novembro

A nova política da Play Store que limita o uso de localização em segundo plano entrará em ação a partir de abril, e a revisão dos aplicativos que usam a função começará em maio. Segundo a gigante da tecnologia, até mesmo os próprios serviços da empresa passarão pelo procedimento e serão modificados.

A partir de 3 de agosto, todos os novos aplicativos que quiserem entrar na Play Store terão que receber a aprovação da Google para serem disponibilizados na loja. Por fim, em 2 de novembro, todos os apps que usam localização em segundo plano precisarão da aprovação para não serem excluídos da plataforma.

Para quem é desenvolvedor, a Google publicou em seu blog mais detalhes de como já começar a preparar seus aplicativos para a nova realidade e garantir que o programa não seja retirado da loja futuramente.

Play Store será mais rígida com apps que usam GPS no Android