App espião? Saiba como evitar ter sua privacidade violada

2 min de leitura
Imagem de: App espião? Saiba como evitar ter sua privacidade violada
Avatar do autor

Na internet, vários aplicativos vendem o serviço que promete a espionagem digital de celulares. Os programas se dizem capazes de acessar chamadas e mensagens, verificar localização, abrir arquivos de fotos e vídeos, entre outras "facilidades". Uma matéria do programa Fantástico do último domingo (02) tratou sobre esses stalkerwares, mostrando que, no ano passado, as tentativas de instalação de programas espiões em celulares de parceiros e parceiras aumentaram 228%.

O Brasil é o terceiro país com maior número de usuários afetados por stalkerware, afirmou a Kaspersky, perdendo somente para a Rússia e a Índia. O Fantástico mostrou a facilidade de instalação de softwares espiões e o funcionamento desses aplicativos, que podem, inclusive, enviar mensagens e tirar fotos com o celular da vítima.

A espionagem digital pode render pena de detenção de 3 meses a 1 ano, além de multa.

O serviço de espionagem digital muitas vezes é oferecido por detetives particulares e procurado por clientes preocupados com traição no relacionamento. O Fantástico mostrou um app capaz de gravar vídeos e áudios em tempo real. Como esse tipo de programa requer a instalação direta no aparelho da vítima, a estratégia varia entre pegar o celular do parceiro por algumas horas ou até mesmo dar o smartphone de presente já com o aplicativo instalado.

Uma pesquisa realizada pelo Fantástico indicou que 47% dos entrevistados estariam dispostos a instalar um programa espião no celular do parceiro. A prática, porém, é considerada crime de invasão informática pelo Código Penal Brasileiro, com pena de detenção de 3 meses a 1 ano, além de multa.

Como evitar o stalkerware

Para evitar a situação, alguns antivírus para Android e iOS já oferecem um alerta, então é bom ter um app de confiança desse tipo. Lentidão no acesso a alguns aplicativos e à internet e maior consumo de bateria ou de dados podem ser indícios de que o smartphone está sendo monitorado.

  • Revise periodicamente os aplicativos instalados em seu smartphone, bem como quais têm permissão para acessar o microfone, a câmera e os serviços de localização. Caso identifique algum programa suspeito, desinstale imediatamente.
  • O WhatsApp Web também pode ser uma maneira simples de espionagem; para evitar o uso indevido, acesse o WhatsApp Web através do aplicativo e encerre todas as sessões ativas. Facebook, Instagram e Twitter oferecem um histórico de acesso a seus programas e assim é possível identificar um acesso não autorizado à conta.
  • Caso haja a desconfiança de que o telefone está sendo espionado, o caminho mais rápido para solucionar o problema é restaurar as configurações de fábrica do aparelho. Antes, faça backup de arquivos pessoais (fotos, vídeos e documentos) em um serviço de nuvem, para não perder nenhum registro.
  • O especialista da Kaspersky consultado pelo Fantástico recomendou que, ao fim de relacionamentos, sejam trocadas todas as senhas de acesso a aplicativos — se possível, até mesmo os próprios aparelhos celulares.

Antivírus confiáveis para instalar

Programas de espionagem costumam ser instalados via acesso Root em celulares Android. No iOS, um sinal comum de espião no celular é a presença do aplicativo Cydia, uma loja alternativa que permite instalar apps não aprovados pela Apple.

Se você não encontrou nada estranho no seu Android, mas quer ter certeza de que não está sendo espionado, selecionamos cinco antivírus que conseguem identificar o problema.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
App espião? Saiba como evitar ter sua privacidade violada