Anatel autoriza uso de bloqueador de celular perto do presidente Bolsonaro

1 min de leitura
Imagem de: Anatel autoriza uso de bloqueador de celular perto do presidente Bolsonaro
Avatar do autor

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou o bloqueio de sinais de telefones celulares de terceiros que estejam perto do presidente Jair Bolsonaro ou do seu vice, Hamilton Mourão. A medida foi publicada no Diário Oficial da União, nesta terça-feira (15).

Solicitada pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a autorização possibilita a utilização de bloqueadores de sinal de radiocomunicação em qualquer lugar do Brasil onde o presidente e o vice-presidente estiverem, impedindo o funcionamento dos dispositivos localizados a uma distância de até 200 metros dos líderes.

Sinais de celulares distantes até 200 metros do presidente poderão ser bloqueados em algumas ocasiões. (Fonte: Freepik)

De acordo com a autorização, cuja vigência vai até o dia 31 de dezembro de 2022, quando se encerra o mandato do atual governo, os equipamentos podem ser utilizados em quaisquer locais onde o presidente e o vice estejam ou possam vir a estar, incluindo residências, locais de trabalho e lugares visitados por eles.

No entanto, o órgão ressalta que o uso dos aparelhos deve se dar apenas em situações nas quais houver evidências de risco potencial ou iminente, que exijam medidas para garantir a segurança dos líderes. Nestes casos, as ações de interrupção de sinal devem ser “específicas, episódicas, urgentes ou temporárias”, reafirma a agência.

Tipos de bloqueadores liberados

Os equipamentos liberados pela agência para uso do GSI são os que impedem o funcionamento de faixas específicas de espectro, além dos dispositivos de faixa larga, que consigam bloquear várias frequências ao mesmo tempo.

Anatel autoriza uso de bloqueador de celular perto do presidente Bolsonaro