Imagem de: Mochila com gás Sarin é enviada em suposto ataque químico ao Facebook
Fonte: Irish Times

Mochila com gás Sarin é enviada em suposto ataque químico ao Facebook

1 min de leitura
Avatar do autor

Os bombeiros de Menlo Park, Califórnia (EUA), estão lidando com um suposto ataque químico na sede do Facebook. O local foi evacuado após a suspeita de gás sarin ter sido enviado ao sistema de cartas da rede social. FBI e autoridades locais investigam o caso.

  • Atualização: não há gás sarin. Após investigação, ficou concluído que tudo não passou de um "susto"

Segundo o Business Insider, o gás sarin foi detectado durante testes rotineiros que buscam substâncias nocivas nas malas de correio. A mochila em questão, na qual o sarin pode estar presente, foi movida para uma quarentena.

O gás sarin é um líquido claro que ataca o sistema nervoso causando convulsões, paralisia, falha respiratória e até a morte

Toda cautela é necessária, contudo, os bombeiros do Menlo Park Fire Department afirmam que a detecção pode ser um falso positivo. Felizmente, não há indicações de funcionários com sintomas de exposição ao gás sarin – por outro lado, a ABC7News afirma que dois funcionários tiveram exposição.

"Evacuamos quatro prédios e estamos conduzindo uma investigação completa em coordenação com as autoridades locais", disse um porta-voz do Facebook em comunicado, acrescentando que a substância ainda não foi identificada. "Até o momento, três dos prédios evacuados foram limpos para repovoamento... A segurança de nossos funcionários é nossa principal prioridade e compartilharemos informações adicionais quando estiverem disponíveis".

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Mochila com gás Sarin é enviada em suposto ataque químico ao Facebook