O programador independente Bernard Fabrot, da Bélgica, resolveu um quebra-cabeça criptográfico criado em abril de 1999. O desafio foi proposto por Ron Rivest como requisito para a abertura de uma cápsula do tempo entregue ao arquiteto Frank Gehry, em 1999, para que fosse guardada no Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência da Computação (CSAIL) do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos.

A cápsula contém 50 itens pertencentes a pessoas como Bill Gates, um dos fundadores da Microsoft, e Tim Berners-Lee, o "pai" da web, e que narram o início da história da computação pessoal.

Quando Rivest projetou o enigma, baseou-se na Lei de Moore e no tempo gasto para executar as operações matemáticas que definem o quebra-cabeça, estimando que alguém só conseguiria resolvê-lo 35 anos depois. Esse era o tempo mínimo para a abertura da cápsula, caso ninguém solucionasse o problema. Fabrot teve conhecimento do quebra-cabeça por acaso, em 2015.

Bernard Fabrot (Fonte: Wired/Bernard Fabrot)

A solução

Para resolver a proposta, era necessário realizar operações de quadratura (o quadrado de 2 é 4, o de 4 é 16, e assim por diante); para isso, Fabrot usou um software livre escrito em C e designou um dos núcleos da CPU de seu PC para efetuar os cálculos 24 horas por dia, 7 dias por semana. No dia 15 de abril, 3 anos depois, após cerca de 80 milhões de operações de quadratura realizadas e quase 20 anos da criação do enigma, o pesquisador conseguiu decifrá-lo.

Em paralelo aos esforços do programador, um grupo de especialistas em criptografia trabalhava em um projeto chamado Cryptohage, com um hardware especialmente criado para resolver o desafio de Rivest. Em meio a uma pesquisa, utilizando um algoritmo otimizado para operações de quadratura, os cientistas iniciaram os cálculos que, de acordo com suas projeções, teria decifrado o enigma no dia 10 de maio.

O impressionante é que ninguém havia procurado o MIT para falar sobre a cápsula durante todo esse tempo e, de repente, dois contatos foram efetuados quase ao mesmo tempo. A resolução do problema gerou uma frase de congratulação que será lida por Rivest e Fabrot durante a abertura do objeto, no dia 15 de maio.

Cupons de desconto TecMundo: