O FBI anunciou que uma operação para desmantelar uma rede de venda de narcóticos pela dark web foi bem-sucedida, resultando na detenção de 61 indivíduos e na apreensão do equivalente a R$ 17,5 milhões em criptomoedas usadas para transações criminosas.

Chamada de SaboTor e liderada por membros da Joint Criminal Opioid and Darknet Enforcement (J-CODE), a ação conseguiu derrubar 50 contas que realizavam venda de drogas. Foi possível confiscar cerca de 300 quilos de narcóticos, 51 armas de fogo e mais de US$ 4,5 milhões em criptomoedas, além de US$ 2,48 milhões em dinheiro e US$ 40 mil em ouro. O FBI não confirmou qual tipo de criptomoeda foi apreendida.

O movimento aconteceu de 11 de janeiro até 12 março, buscando identificar e apreender traficantes que usam a dark web, uma camada ainda mais obscura que a deep web, para realizar suas transações criminosas. Outras agências de combate ao crime nos EUA, incluindo DEA, Segurança Nacional e Proteção de Fronteiras, participaram da operação.

"Criminosos sempre adotaram inovações e novas tecnologias para conseguir alcançar seus objetivos ilícitos, e é nosso trabalho nos adaptarmos aos novos tempos, para ficarmos sempre um passo à frente deles", disse o diretor do FBI, Christopher A. Wray.

Cupons de desconto TecMundo: