Athletico leva calote de empresa de criptomoeda — todo mundo avisou

1 min de leitura
Imagem de: Athletico leva calote de empresa de criptomoeda — todo mundo avisou
Avatar do autor

Em meados de 2018, os clubes de futebol Athletico Paranense e Corinthians assinaram uma parceria com uma empresa de criptomoedas chamada Inoovi. Até então, a moeda digital era desconhecida e completamente amadora em meio ao mercado, o que levantou inúmeras suspeitas sobre a idoneidade do negócio — não faltaram notícias na mídia com alertas e investigações sobre os rastros da IVI, nome da criptomoeda.

O Corinthians parece que sacou o BO e pulou fora do negócio rapidamente. O Athletico, quase um ano depois, agora anuncia que tomou um calote da Inoovi e suspendeu a parceria.

Hoje, uma IVI vale R$ 0,02. Em comparação, um Bitcoin vale R$ 15 mil

O TecMundo buscou contato com a Inoovi na época. O único meio de contato disponível era um número de WhatsApp — e as respostas, que chegaram semanas depois do contato inicial, eram mal escritas e completamente sem sentido. Você pode conferir mais detalhes sobre uma investigação que o pessoal do Guia do Bitcoin fez clicando aqui.

Sobre o cancelamento da parceria entre Athletico e Inoovi, o clube brasileiro afirma que a empresa de criptomoedas não fez pagamentos previstos no contrato assinado em julho de 2018. Segundo a Gazeta do Povo, mesmo assim, Athletico ainda não acionou judicialmente a Inoovi.

Relembrando o amadorismo da “empresa”, a Inoovi continua exibindo no próprio site a parceria com o Athletico. Além disso, ela ainda exibe o escudo rubro-negro antigo, que foi trocado por um mais moderno recentemente.

Hoje, uma IVI vale R$ 0,02. Em comparação, um Bitcoin vale R$ 15 mil.

Cupons de desconto TecMundo:

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Athletico leva calote de empresa de criptomoeda — todo mundo avisou