Google: microfone secreto de sistema de alarme não deveria ser secreto

1 min de leitura
Imagem de: Google: microfone secreto de sistema de alarme não deveria ser secreto
Avatar do autor

No início de 2019, a Google anunciou que estava levando seu Assistente ao Nest Secure, um sistema de segurança e alarmes de uma empresa que é propriedade da multinacional. Muitos acharam a ideia interessante, mas alguns se perguntaram como a união funcionaria, já que o Google Assistente precisa de um microfone para operar corretamente – foi aí que descobriram que o aparelho tinha um dispositivo embutido.

Quando do anúncio sobre a integração do Assistente ao Nest Secure, em momento algum foi especificado que ele viria com um microfone para capturar os sons do ambiente. Um representante da Google disse ao site Business Insider que a empresa cometeu um erro ao não especificar desde o início a presença do recurso.

Imagem: Divulgação/Nest

"O microfone embutido nunca esteve lá secretamente e deveria ter vindo listado entre as especificações do aparelho", disse o porta-voz. A empresa comunicou que o microfone está lá, mas fica desligado e só é ativado quando o Google Assistente é usado nele. A empresa ainda informou que o item foi originalmente incluído no Nest Guard para a ativação de futuras funções, como a capacidade de detectar o som de vidro quebrando.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google: microfone secreto de sistema de alarme não deveria ser secreto