Um documento com dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro foi publicado no site de compartilhamento Pastebin na última quarta-feira (13). Os dados são públicos, contudo, elencados facilmente desta maneira podem abrir diversas chances de ciberataques contra o presidente.

De acordo com o Defcon lab, a publicação do documento foi feita pelo hacker “Hidden”. Por lá, é possível encontrar dados como CPF, endereços residenciais, data de nascimento, número de telefones, emails e nomes de esposas.

Além da exposição de dados, o documento trazia a seguinte mensagem: “Nós estamos de olho em você e em suas ações, não aceitamos falhas. Qualquer atentado ao povo ou sua integridade não será perdoada. Esperamos que cumpra um bom matado durante seus 4 anos com honra e honestidade quanto as necessidades do POVO”.

expodseDados expostos

O perigo

Como noticiamos ontem (13), Bolsonaro rejeitou o dispositivo eletrônico seguro (TCS) da Agência de Inteligência Brasileira (Abin) para manter conversas entre autoridades. O presidente segue usando o aplicativo WhatsApp em um Android para marcar reuniões e trocar informações governamentais.

Um cibercriminoso com todas as informações reunidas pode propagar uma campanha de spear phishing para infectar ou roubar dados ainda mais sensíveis do presidente, utilizando o WhatsApp ou SMS como principal vetor de arquivos maliciosos.

Cupons de desconto TecMundo: