Rio vai procurar criminosos na rua via câmeras com reconhecimento facial

1 min de leitura
Imagem de: Rio vai procurar criminosos na rua via câmeras com reconhecimento facial
Avatar do autor

A cidade do Rio de Janeiro começou a implementar um sistema de reconhecimento facial nesta terça-feira (18) para realizar uma busca de criminosos. De acordo com a Agência Brasil, o sistema vem de um convênio entre o serviço Disque Denúncia e a empresa Staff of Technology Solutions, do Reino Unido.

Esse sistema de reconhecimento facial terá a capacidade de reconhecer os 1,1 mil criminosos mais perigosos do estado automaticamente — assim que passarem por uma das câmeras desse sistema, chamado Facewatch —, segundo a EBC.

Assim que um criminoso for reconhecido pelo sistema, um alarme será “disparado silenciosamente” para as autoridades policiais mais próximas do local

“A nós do Disque Denúncia cabe fornecer o banco de dados, com as imagens de procurados, bandidos perigosos, principais alvos do Rio de Janeiro. Estas informações serão utilizadas nas câmeras, para fazer o reconhecimento facial. Se um desses procurados entrar em algum lugar que esteja monitorado, ele poderá ser identificado”, explicou o coordenador do Disque Denúncia, Zeca Borges.

Assim que um criminoso for reconhecido pelo sistema, um alarme será “disparado silenciosamente” para as autoridades policiais mais próximas do local. A ideia é que o sistema ajude na prisão de uma forma mais segura, sem a necessidade de enfrentamento.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Rio vai procurar criminosos na rua via câmeras com reconhecimento facial