Presos do Centro de Detenção Provisória da cidade de São Vicente, no estado de São Paulo, “inauguraram” – obviamente, de maneira ilegal – uma espécie de centro de comunicações dentro da própria cadeia. O setor de telefonia improvisado foi descoberto por meio de uma selfie publicada por um dos detentos e publicada na internet.

Pelo menos 14 detentos foram pegos e transferidos de unidade e 17 celulares foram encontrados nas revistas

Com a publicação da foto, a Secretaria de Administração Penitenciária conseguiu identificar o grupo. Com esse centro de comunicações, os presos eram capazes de burlar o sistema responsável pelo bloqueio do sinal de celular dentro do Centro de Detenção. Com isso, eles eram capazes de se comunicar com o exterior usando smartphones contrabandeados para dentro do presídio.

Ação desmantelada

A Secretaria de Administração Penitenciária conseguiu apurar que apesar dos presos não conseguirem sinal de celular para realizar chamadas telefônicas, era possível se conectar à internet eventualmente, o que possibilitou a eles a publicação da selfie comemorativa. Pelo menos 14 detentos foram pegos e transferidos de unidade e 17 celulares foram encontrados nas revistas.

aA selfie tirada pelos presos comemorando o sucesso do centro de comunicações dentro da cadeia

O Centro de Detenção Provisória de São Vicente, como o nome já diz, não abriga condenados, apenas presos provisórios aguardando julgamento. Para evitar que novos aparelhos entrem no centro – sendo atirados da rodovia por cima dos muros – uma tela com 16 metros de altura está sendo instalada para evitar que algo assim aconteça novamente.

Cupons de desconto TecMundo: