IGTV, do Instagram, recomendou vídeos de abuso infantil e mutilação

1 min de leitura
Imagem de: IGTV, do Instagram, recomendou vídeos de abuso infantil e mutilação
Avatar do autor

O novo serviço de “TV” do Instagram, o IGTV, recomendou vídeos de abuso infantil e mutilação genital para usuários da rede social, de acordo com investigação do Business Insider. O Instagram, que tem o Facebook como dono, lançou o IGTV em junho para brigar com o Snapchat e o YouTube.

Acredita-se que o algoritmo do Instagram indica novos canais com base em interesses em comum

De acordo com a investigação, o IGTV recomendou vídeos de, por exemplo, adolescentes em imagens sexualmente sugestivas e imagens explícitas de um pênis mutilado. O BI alertou sobre os vídeos para as autoridades, e o Instagram removeu os arquivos cinco dias após o aviso.

Atualmente, o Facebook dispõe de 7,5 mil moderadores de conteúdo para ambas as redes sociais, além do uso de inteligência artificial para encontrar e remover conteúdos que violem as diretrizes da empresa. “Mas, apesar da intensa supervisão e dos recursos que o Facebook está dedicando ao policiamento de suas plataformas, o conteúdo perturbador parece estar entrando na rede e, como no caso da IGTV, está sendo sugerido aos usuários”, nota o Business Insider.

Este é outro exemplo do Instagram falhando ao remover conteúdo que viola suas próprias diretrizes

Ainda não está claro como usuários recebem indicações de novos conteúdos, porém acredita-se que o algoritmo do Instagram indica novos canais com base em interesses em comum.

De acordo com a National Society for the Prevention of Cruelty to Children, do Reino Unido, “este é outro exemplo do Instagram falhando ao remover conteúdo que viola suas próprias diretrizes. A política de tolerância zero do Instagram em relação ao conteúdo de abuso infantil é a correta e deve garantir que sua política seja aplicada na prática”.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
IGTV, do Instagram, recomendou vídeos de abuso infantil e mutilação