Um dos mergulhadores que ajudaram no resgate das crianças presas na caverna da Tailândia em julho, o britânico Vernon Unsworth, está processando o CEO da Tesla, Elon Musk, após uma acusação de pedofilia. Vernon afirma que Musk fez a falsa alegação no Twitter, além de compartilhar outras mentiras nas redes sociais.

Segundo a AP, o mergulhador britânico processa Musk em US$ 75 mil por danos morais, adicionando um pedido para que o CEO da Tesla pare de realizar outros comentários do tipo.

No processo, Vernon escreve o seguinte: “A influência e riqueza de Musk não podem converter suas mentiras em verdades ou protegê-lo da responsabilidade de responder sobre seus erros em um tribunal”.

Para relembrar o caso, acesse a matéria “Elon Musk chama de pedófilo mergulhador que resgatou meninos na Tailândia”.

Cupons de desconto TecMundo: