Uma pesquisa da Universidade de Lancaster e Linköping demonstrou que os smartphones se comportam como um sonar — de maneira similar aos sonares presentes em embarcações. Por causa disso, diz o estudo, cibercriminosos podem até o padrão de desbloqueio de tela de um aparelho.

Por meio de um sistema desenvolvido para teste, os pesquisadores utilizaram os alto-falantes do celular para enviar sinais acústicos. Dessa maneira, utilizaram depois microfones para capturar as reflexões desses sinais. A técnica, chamada de Active Acoustic Side-Channel Attack, se baseou em frequência inaudíveis para seres humanos (entre 18 e 20 KHz).

ataqueAparelho como sonar

Com as frequências capturadas, os pesquisadores montaram um “perfil de eco” que permitiu a observação de movimentos no aparelho. Sendo assim, foi possível analisar toques na tela e descobrir os padrões de desbloqueio de forma precisa.

Cupons de desconto TecMundo: