O governo dos Estados Unidos está forçando o Facebook a revelar mensagens de voz presentes em uma conversa investigada no Messenger, afirma a Reuters. Isso significaria quebrar a criptografia de ponta a ponta presente no aplicativo. Ao que parece, o governo pretende ler o conteúdo de conversas de três suspeitos diferentes em um processo criminal.

Não há detalhes sobre o processo criminal que o governo pressiona o Facebook, mas a Reuters afirma que três fontes diferentes alegaram a pressão do governo, que acontece por meio da justiça californiana. O Facebook, por sua vez, estaria contestando a pressão.

No Brasil, nós já vimos algo similar com o WhatsApp. O resultado? O aplicativo de mensagens chegou a ficar fora do ar por algumas boas horas

Há poucos anos, algo similar aconteceu entre Apple e FBI no caso de San Bernardino — a agência policial queria que a Maçã desenvolvesse um backdoor e entregasse ao governo para, dessa maneira, os policiais terem uma porta aberta em smartphones. Nesse caso, a empresa argumentou que o governo não poderia obrigá-la a criar um software para violar o telefone sem violar os direitos de expressão e o discurso da Primeira Emenda. O governo desistiu do litígio depois que os investigadores hackearam o telefone com a ajuda de uma terceira empresa.

Cupons de desconto TecMundo: