A Polícia Civil do Ceará prendeu na noite de ontem (16) o técnico de radiologia Patrick Gomes do Nascimento, 26, suspeito de cometer quatro estupros em Fortaleza. Durante a investigação, foi descoberto que Patrick fraudou o cadastro no aplicativo 99 utilizando placas de motocicletas.

A empresa, inicialmente, demorou a prestar o suporte necessário

“A placa exibida na captura de tela do aplicativo de uma das vítimas, por exemplo, nem sequer pertencia a um carro”, segundo O Povo. “Pesquisa simples no sistema de cadastros veiculares da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) mostrou que a placa registrada pelo acusado no 99Pop como sendo de um Renault Fluence preto era, na verdade, de uma motocicleta Honda POP100 vermelha, de proprietário totalmente estranho ao caso”, afirma o jornal.

Não foi apenas a placa alterada: o veículo que Patrick dirigira também não era um Fluence, como indicado pelo aplicativo, mas um Renault Logan preto. “Uma das vítimas relata que, após o estupro, entrou em contato com a 99Pop para solicitar o bloqueio da conta do acusado. Segundo ela, a empresa, inicialmente, demorou a prestar o suporte necessário”, notou o jornal.

Em nota, a empresa detalhou o ocorrido: "A 99 informa que recebeu de duas passageiras do aplicativo denúncias contra um motorista da plataforma a respeito de graves incidentes de segurança ocorridos em Fortaleza (CE). Os perfis apontados por elas foram imediatamente bloqueados, ficando impedidos de realizar corridas. Desde o princípio, a empresa colaborou ativamente com a polícia, auxiliando as investigações que por fim levaram à prisão do suspeito. A 99 entrou em contato com as vítimas para prestar todo o apoio possível. A empresa segue empreendendo todos os esforços para investigar o ocorrido. A empresa lamenta profundamente esses e outros casos de violência contra a mulher".

Cupons de desconto TecMundo: