MPDFT pede mais explicações após vazamento do MyHeritage

1 min de leitura
Imagem de: MPDFT pede mais explicações após vazamento do MyHeritage
Avatar do autor

O MyHeritage, uma plataforma de genealogia online que oferece serviços e produtos web, sofreu uma invasão hacker em junho e acabou perdendo os dados de mais de 92 milhões de usuário em todo o mundo. Agora, a Comissão de Proteção dos Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) requisitou mais informações à plataforma, principalmente para entender sobre quais dados de brasileiros foram afetados.

Dados genéticos nas mãos de seguradoras, planos de saúde e birôs de crédito são capazes de causar danos aos cidadãos

“A empresa deverá, entre outras medidas, descrever a natureza do incidente de segurança, informar quais espécies de dados de usuários brasileiros foram afetados, se dados de pessoas menores de 18 anos também foram comprometidos e quais medidas de segurança foram tomadas. A MyHeritage divulgou um comunicado em 6 de junho, mas o MPDFT não considerou suficientes as informações”, disse o Ministério.

Segundo o o coordenador da Comissão, promotor de Justiça Frederico Meinberg, “a possível exposição de informações genéticas pode ser muito perigosa para o titular do dado pessoal. Dados genéticos nas mãos de seguradoras, planos de saúde e birôs de crédito são capazes de causar danos aos cidadãos, que serão onerados por conta da probabilidade do aparecimento de doenças”.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
MPDFT pede mais explicações após vazamento do MyHeritage