O Steam anunciou nesta segunda-feira (30) que baniu o game Abstractism da sua loja por uma série de razões. O game foi acusado de minerar criptomoedas utilizado o poder computacional do PC dos jogadores. Além disso, gamers que sequer tinham o Abstractism instalado acabaram comprando moedas e itens para esse título ao caírem em um golpe que prometia compras para Team Fortress 2, um game completamente diferente.

Além do mais, vários dos jogadores que de fato tinham o Abstractism instalado perceberam que seus softwares de antivírus marcaram vários arquivos do game como malware, indicando que o jogo de fato era suspeito.

Nós removemos o Abstractism e banimos seus desenvolvedores do Steam por distribuir código não autorizado

Por fim, foi constatado que o Abstractism incentiva o jogador a manter o título aberto na tela do PC mesmo que ele não estivesse jogando, recompensando o jogador por tempo de uso do jogo. Isso também indicaria que o game realmente estava utilizando o poder computacional dos computadores dos jogadores para mineração de criptomoedas.

O Steam, infelizmente, não esclareceu em detalhes o porquê de ter removido Abstractism da sua loja. Contudo, a declaração oficial da plataforma sobre o tema enviada ao Eurogamer indica que de fato a Valve encontrou alfo errado no código do jogo.

“Nós removemos o Abstractism e banimos seus desenvolvedores do Steam por distribuir código não autorizado, trollar conteúdo e por enganar consumidores com ofertas ilusórias de compra de elementos dentro do jogo”.

Cupons de desconto TecMundo: