Pesquisadores da Universidade de Northeastern, Massachussetts (EUA) descobriram que milhares de aplicativos para Android acompanham e gravam o que acontece na tela do seu aparelho, mas não estão te ouvindo e usando esses dados. O estudo levou cerca de um ano para ser finalizado.

Eles não encontraram qualquer evidência de um aplicativo ativando inesperadamente o microfone

Segundo o GizUS, a pesquisa monitorou 17.260 aplicativos Android populares em 10 smartphones. Entre eles, estava o app do Facebook e mais de 8 mil aplicativos que, de alguma maneira, enviavam dados para a rede social. Ainda, cerca de 9 mil apps tinham permissão para acessar a câmera e o microfone.

A descoberta indica que alguns apps analisados estavam gravando a tela e compartilhando o conteúdo com empresas terceiras. Contudo, eles não encontraram qualquer evidência de um aplicativo ativando inesperadamente o microfone ou realizando envio de áudio quando não solicitado. Entre os apps, um chamado GoPuff gravava as interações dos usuários com o app e enviava para uma empresa de análise chamada Appsee. A política de privacidade do aplicativo não comentava o envio.

Os pesquisadores comentaram que o estudo possuía limitação e não há uma afirmação definitiva, contudo, não foram encontradas evidências de que os apps ouvem o que seus donos dizem.

Por outro lado

Segundo o consultor de segurança Dr. Peter Henway, da Asterix, alguns aplicativos, como o Facebook, possuem acesso aos dados de seu microfone. Esses apps terceiros, sem colocar a Siri ou Assistant em jogo (já que precisam de uma frase de ativação para a coleta), nota Henway, que escolhem o que farão com os dados recebidos.

"De tempos em tempos, trechos de áudio voltam para [outros aplicativos como o Facebook] para os servidores, mas não há um entendimento oficial sobre quais são os gatilhos para isso", explica Peter. "Seja com base no tempo ou na localização ou no uso de determinadas funções, os apps certamente estão usando essas permissões de microfone periodicamente. Todos os elementos internos dos aplicativos enviam esses dados de forma criptografada, por isso é muito difícil definir o acionador exato".

Ou seja, como o seu smartphone te escuta? O consultor afirma que existem palavras-chave que ativam uma coleta. Da mesma maneira que um "Ok Google" vai ativar o Assistant, se você [supostamente] disser uma palavra como "Japão", o Facebook vai te mostrar as melhores passagens disponíveis para o país na próxima vez que você estiver online.

"Não há razão para as empresas não estarem fazendo algo assim. Faz sentido do ponto de vista do marketing, e seus acordos de uso final e a lei permitem isso, então eu diria que eles estão fazendo isso, mas não há como ter certeza", afirma o consultor.

Cupons de desconto TecMundo: