Perseguição ou precaução, as autoridades de diversos governos estão preocupadas com a Kaspersky. Os Estados Unidos, por meio do FBI, baniram os softwares da empresa em órgãos governamentais e recomendou que empresas façam o mesmo. Tempo depois, o Reino Unido tomou a mesma ação. Agora, a União Europeia pode seguir um caminho parecido.

De acordo com o The Register, a União Europeia (UE) pode adotar uma resolução que bloqueia o uso do software da Kaspersy em toda a Europa. A resolução diz, especificamente, o seguinte:

A questão maliciosa foi levantada pelos Estados Unidos

"Cabe à UE efetuar uma análise exaustiva dos equipamentos, infraestruturas e equipamentos informáticos e de TI utilizados nas instituições, a fim de excluir programas e dispositivos potencialmente perigosos e proibir os que foram confirmados como maliciosos, como a Kaspersky Lab".

A questão maliciosa foi levantada pelos Estados Unidos, indicando que a companhia teria ligação com o governo da Rússia e faria espionagem em computadores pelo mundo. A Kaspersky, obviamente, nota como isso nonsense e garante que não há qualquer ligação russa.

Vale notar que, ano passado, o TecMundo conversou com Eugene Kaspersky sobre essa questão. Eugene deixou claro que a Kaspersky está vivendo uma "Guerra Fria não tão fria neste momento". Leia a entrevista completa aqui.

Cupons de desconto TecMundo: