Torcedores de todo o mundo estão sendo vítimas de mais um golpe envolvendo a Copa do Mundo 2018. No caso, as vítimas acabam comprando ingressos falsos por preços até 10 vezes mais altos que os praticados oficialmente, segundo a Kaspersky.

"Alguns chegam a custar dez vezes o preço original e, mesmo com a possibilidade de que não possam ser usados devido ao rígido procedimento de registro e transferência, os fraudadores estão ganhando dinheiro e coletando dados particulares dos usuários, incluindo informações de pagamento, para roubar mais valores em um golpe em que ganham duas vezes, geralmente", nota a empresa de segurança.

Golpes anteriores que envolviam a Copa do Mundo também acabavam oferecendo ingressos grátis

Para adquirir ingressos para a Copa do Mundo, os interessados precisam acessar o site oficial da FIFA e passar por diversas etapas de segurança. Porém, "no início do período de compra de ingressos, o site oficial teve um tráfego enorme de usuários tentando fazer os pedidos de ingressos, o que gerou problemas de conexão. Durante esse processo, os fraudadores compraram o máximo de ingressos que conseguiram com o objetivo de revendê-los para torcedores desesperados. Agora que os ingressos estão esgotados, muitas pessoas não têm outra alternativa além de recorrer a agências ou a terceiros para assistir a um jogo", afirma a Kaspersky.

Para laçar as vítimas, os fraudadores desenvolvem sites falsos com domínios chamativos e palavras-chave. Quando uma vítima visita o site falso e decide realizar a compra, ela precisa realizar um pagamento total adiantado e ainda acaba com os dados pessoais roubados pelos criminosos.

"De acordo com nossa pesquisa, existe um risco real de que os usuários paguem muito dinheiro e não obtenham nada em troca. Esse tipo de fraude cibernética também pode levar a outros roubos de valores. Nós recomendamos com insistência que os torcedores fiquem muito alertas e prestem atenção ao comprar ingressos. Não importa qual seja a oferta; a única maneira de garantir que você não será enganado é comprar de vendedores autorizados", adverte Andrey Kostin, analista sênior de conteúdo da Web da Kaspersky Lab.

As dicas para não cair neste tipo de golpe, além da clássica: fique atento e acesse apenas os sites oficiais e originais

  • Não clique em links contidos em e-mails, SMSs, mensagens instantâneas ou postagens em mídias sociais vindos de pessoas ou organizações que você não conhece, ou que têm endereços suspeitos ou estranhos
  • Utilize um cartão e uma conta bancária diferente, com um saldo limitado, especificamente para compras online. Isso ajudará a evitar prejuízos financeiros grandes, caso seus dados bancários sejam roubados;
  • Elimine os riscos dos dados. É melhor instalar uma solução de segurança robusta, no computador ou smartphone

Cupons de desconto TecMundo: