A internet é um espaço bastante vasto para a aplicação de golpes. Afinal, não são poucas as pessoas que acreditam que o espaço virtual está repleto de verdades e que crimes e esquemas que já existiam na vida real não seriam "portados" para cá.

Mas claro que não é bem assim. A seguir, você conhece ou relembra alguns dos principais esquemas para roubar dados ou contas bancárias inteiras das vítimas

Confira:

1) O príncipe nigeriano

Ah, o príncipe nigeriano... Começa assim: você é o escolhido sabe-se lá porque pra ser o herdeiro da fortuna de uma realeza africana. Mas a grana não pode continuar em um país politicamente instável, e você precisa cuidar dessa bolada. Sorte grande? Mais ou menos, porque antes você deve enviar uma quantia em dinheiro pra liberar o valor total.

Uma captura de tela.

É com essas pequenas contribuições que os bandidos lucram, e você fica sem ver a cara da tal herança. Atualmente, esse golpe evoluiu: o príncipe tem profissões e cada email traz ele em um país diferente. Alguns até copiam o seu sobrenome pra criar a ideia de um parente distante.

2) O amor impossível

Existe uma variante do golpe do príncipe que mexe com o seu coração. Buscando normalmente pessoas mais velhas, o criminoso se disfarça de um solteirão rico em busca de um amor virtual. Depois de muita conversa, ele diz que está fazendo um trabalho humanitário em um país distante, e que pra finalmente te visitar só precisa de uma ajudinha de custo com a passagem, inventando algum imprevisto. Nem precisa dizer que é tudo mentira e que você vai ficar sem grana e sem namorado. E aí, "Tens o que é necessário pra esmagares minha rata?".

3) Phishing

Mexer com dinheiro é complicado, e cada vez que você recebe uma mensagem do banco, fica a dúvida se ela é verdadeira. Isso porque essas instituições são as mais visadas em golpes de phishing, aqueles que criam sites ou emails falsos imitando o visual de verdade. Aí na hora do login, você coloca as suas informações e envia elas direto pros criminosos.

Uma página da internet.

Até aplicativos falsos já existem pra smartphones e a gente vê cada vez menos o "as fotos da festa ficaram ótimas", o que indica que isso tá cada vez mais avançado.

4) O antivírus falso

Outro golpe famoso é fingir que o seu computador está infectado e oferecer uma solução mágica. Tudo começa com pop-ups e avisos de que a sua máquina está comprometida e que é necessário fazer uma varredura de emergência.

Uma captura de tela.

Só que a solução é um software da mesma empresa que deu o aviso, e aí você se vê obrigado a baixar ela e escanear em busca de problemas. O resultado nem sempre é uma infecção de verdade: esse golpe às vezes só te obriga a dar um download pra empresa mesmo.

5) A promoção imperdível

Especialmente em época de Black Friday, golpes envolvendo lojas online são os mais comuns. E eles são bem variados: alguns criminosos fazem phishing de lojas famosas com descontos bons demais pra serem verdade, enquanto outros criam estabelecimentos totalmente falsos que nunca vão te enviar qualquer produto comprado. Atenção no endereço da barra de navegação e nas credenciais das lojas é essencial.

6) Os golpes do WhatsApp

Esses são clássicos modernos, porque se espalharam rapidamente por um meio mais recente: o WhatsApp. Esses golpes são altamente disseminados em grupos e trazem temas da moda, tipo Pascoa ou Copa do Mundo, além de oferecerem empregos, promoções e até créditos grátis pra celular.

Uma captura de tela.

Dezenas de milhares de brasileiros caem todos os dias nesses recados, e o resultado é variado. Alguns só pedem pra você baixar apps e aí monetizar aos poucos o desenvolvedor, mas outros conseguem espionar toda a sua atividade e roubar dados.

Cupons de desconto TecMundo: