A DJI anunciou hoje (28) que está abrindo para a comunidade um programa de recompensa para caça de bugs no software de seus drones. A ideia é premiar desenvolvedores e hackers que encontrarem qualquer tipo de falha no código de seus produtos, o que inclui simples travamentos de apps, brechas de segurança, falhas de privacidade mais complexas e muito outros.

Os prêmios vão desde US$ 100 e podem chegar a US$ 30 mil de acordo com os critérios de avaliação da DJI. Contudo, a empresa ainda não divulgou seus padrões para receber os reportes de bugs nem as diretrizes que poderão classificar cada falha e, a partir disso, dar um valor para a recompensa.

Mesmo assim, já é possível enviar em inglês um relatório de bug no software de qualquer drone da empresa ou app para o endereço de email bugbounty@dji.com ou aguardar pelos detalhes de padronização que a companhia ficou de divulgar.

Preocupação maior

Além desse programa, a DJI também está trabalhando com empresas especialistas em segurança digital para eliminar qualquer falha de segurança em seus dispositivos, tendo em vista que empresas e grandes corporações estariam deixando de usar os drones da marca por medo de sofrerem ataques ou terem seus drones sequestrados.

Essa é a primeira vez que temos notícia de uma grande fabricante de drones tomando esse tipo de precaução na área de segurança, o que dá a dimensão de como a questão está ficando importante para o mercado, ainda mais com vários países criando regulamentação específica para esses dispositivos voarem por aí.

Cupons de desconto TecMundo: