O site Bloomberg Businessweek publicou este mês um artigo sobre a mobilização para combater a Rustock, considerada uma das maiores redes de spam do mundo. A ação, organizada pela empresa de segurança FireEye, contou com o recrutamento de forças policiais e jurídicas em diversos países, para acabar com a rede de computadores-zumbis.

Segundo o informe, Alex Lanstein, analista de segurança de 25 anos responsável pela caçada, planejou que todos os pontos de funcionamento da Rustock mapeados fossem atacados simultaneamente. A rede de spam foi derrubada no dia 16 de março deste ano, quando os sete servidores nos EUA e os dois na Holanda foram apreendidos em uma sincronia perfeita.

Entretanto, não foram apenas as autoridades e a FireEye que monitoravam os passos do seu inimigo. Quem mantinha a Rustock também estava de olho nos movimentos dos oponentes. Ao perceber o ataque, remotamente, dados da rede de spam foram apagados. Essa é uma história digna de ser transcrita para o cinema, não concorda?

Cupons de desconto TecMundo: