Se você é um desses que não consegue desgrudar os olhos da tela do celular nem quando está andando por aí, pelo menos em Sydney você estará seguro ao atravessar a rua. Isso porque o governo do estado de New South Wales está planejando colocar uma sinalização de solo para que os pedestres distraídos não sejam atropelados. Porque, realmente, deixar de olhar para o smartphone nesses casos é realmente um esforço sobre-humano.

Mesmo assim, o governo australiano gastará cerca de A$ 250 mil, aproximadamente R$ 600 mil, para salvar a vida dessas pessoas, começando com um teste que terá duração de seis meses. As luzes serão instaladas em dezembro, nos principais cruzamentos de Sydney.

"Pedestres estão menos protegidos em casos de acidentes e, portanto, estão sujeitos a lesões mais sérias ou até ao risco de morte. É por isso que precisamos criar um sistema de ruas que os mantenha seguros e isso inclui situações em que eles não estarão prestando atenção [no trânsito]", explicou Bernard Carlon, diretor executivo do Centro para Segurança das Rodovias.

A caminho do "zero acidentes"

A iniciativa faz parte de uma campanha chamada "A Caminho do Zero", que tem como objetivo destacar o impacto humano em acidentes e fatalidades no trânsito. Em 2015, 61 pedestres morreram em cidades do estado de New South Wales – um aumento de 49% em relação ao ano anterior.

"As luzes são voltadas aos pedestres usando smartphones e não estão olhando para frente", disse Carlon. "Elas vão servir como uma segunda forma de alerta além dos sinais que já existem".

Na cidade alemã de Augsburg, um projeto parecido já havia sido implementado, mas, dessa vez, para evitar que as pessoas atravessassem os trilhos de trem.

Cupons de desconto TecMundo: