Durante a CES 2015, a Seagate Technology anunciou a mudança da sua logomarca. Aqui no Brasil, a empresa organizou um evento, no último dia 11, para divulgar o novo foco da companhia e fazer a demonstração de seus novos produtos.

Segundo a gerente de vendas Daphne Chicarino, após 35 anos a Seagate está mudando um pouco sua imagem com o objetivo de ficar mais próxima do consumidor final. Esse trabalho de aproximação consiste em fazer um marketing mais pesado para que todos passem a conhecer a marca. Inclusive, a companhia tem participado muito de redes sociais para esse fim.

Durante a apresentação da nova estratégia, alguns dados foram mostrados, revelando que 90% de todo o conteúdo digital que temos atualmente foi gerado apenas nos últimos dois anos. Ou seja, a demanda de mais espaço em disco não só não desacelera como aumenta em um ritmo desenfreado. Podemos parar para pensar no seguinte: há alguns anos era um absurdo pensar que conseguiríamos encher um HD de 1 TB (não sendo um heavyuser), hoje isso é bem fácil.

É exatamente por isso que a Seagate quer se mostrar aos usuários finais, para que todos saibam que ela faz soluções para este fim: ajudar no armazenamento digital.

Lançamentos no Brasil

Além de apresentar sua nova estratégia de marketing, a empresa demonstrou algumas de suas novidades em terras tupiniquins. Uma delas é o Seven, um HD externo ultrafino (7 mm) que lembra muito um disco rígido interno.

O produto armazena 500 GB de dados, possui um gabinete de aço inoxidável e uma porta micro USB 3.0 (compatível com a USB 2.0). O produto já está disponível no Brasil por R$ 649.

Outro item demonstrado pela empresa foi o Seagate Wireless. O drive portátil sem fio tem 500 GB de memória e foi desenvolvido para streaming e descarregamento de mídia de dispositivos móveis. Segundo a companhia, o aparelho tem espaço para até 200 vídeos em alta definição e tem capacidade para conectar até três dispositivos simultaneamente. Ele está sendo vendido no Brasil por R$ 849.

Armazenar na nuvem privada também vale

Além de HDs, a Seagate mostrou duas soluções de armazenamento em nuvem privada: o Personal Cloud e o Personal Cloud 2-Bay. Os aparelhos permitem a transmissão de conteúdos de smartphones, set-top boxes, tablets, PCs ou TVs, após conectá-los a um roteador sem fio e ao aplicativo Seagate Media app. Dessa forma eles funcionam como um dispositivo de backup central.

A diferença entre os dois dispositivos é que o Personal Cloud 2-Bay foi desenvolvido com dois drives internos para duplicar todo o conteúdo armazenado em um deles. Caso aconteça algum problema com o primeiro, você terá seus arquivos no segundo. Porém, ele ainda não está disponível no Brasil.

No nosso país, o Personal Cloud com capacidade de 3 TB está sendo comercializado por R$ 1.299. 

Cupons de desconto TecMundo: