Seagate tem longa experiência em dispositivos de armazenamento, sendo uma das mais notórias marcas do ramo. Depois de inovar com inúmeras tecnologias para armazenamento interno nos PCs, a empresa resolveu apostar em soluções para backups.

O Seagate Central é uma das mais recentes ideias da fabricante, sendo um dispositivo ideal para quem precisa de muito espaço de armazenamento e recursos diversos para acessar o conteúdo de qualquer local.

O modelo que testamos tem capacidade para guardar até 4 TB (sim, tudo isso!) de dados e pode ser conectado a um roteador utilizando cabo de rede. Testamos todas as facilidades do produto e agora vamos comentar o que ele tem para oferecer a você.

Fácil de configurar e usar

A configuração do Seagate Central é rápida e fácil: basta conectar o produto ao roteador e aguardar alguns minutos para que ele apareça entre os dispositivos da rede. A primeira vez em que você utiliza o aparelho é preciso realizar uma configuração rápida, informando nome de usuário e uma senha.

Uma vez feito isso, um atalho para o produto será exibido no “Meu Computador”, dentro da seção “Local de Rede”. Por padrão, qualquer computador da rede pode gravar dados na pasta pública do disco, mas se você quiser privacidade, é possível criar pastas para que apenas o seu usuário possa salvar e visualizar arquivos.

O Seagate Central funciona como um disco rígido comum, sendo que você pode enviar arquivos para o componente como se estivesse usando um HD no seu PC. É possível salvar dados diretamente no aparelho, bem como acessá-los a qualquer momento através dos mais variados programas.

No navegador do seu computador, é possível acessar a interface do aparelho através do endereço IP (que é determinado de acordo com o roteador). Aqui, há estatísticas, ferramentas para gerenciar usuários, opções para configurações dos serviços (DLNA, iTunes, Acesso remoto e Seagate Media) e recursos para gerenciar o produto.

Desempenho satisfatório

Obviamente, por se tratar de um aparelho para armazenamento, ficamos curiosos para conferir o desempenho dos discos instalados no Seagate Central. Primeiro fizemos um teste  com um software de benchmark, o qual nos permite ter uma ideia de como o disco trabalha na hora de lidar com grandes volumes de arquivos e cargas repetitivas de escrita e leitura.

Para as primeiras impressões, nós usamos o programa CrystalDiskMark. Os resultados foram os seguintes: 19 MB/s na leitura sequencial e 27 MB/s na escrita sequencial. Por se tratar de um componente que opera sob as limitações dos componentes de rede, é claro que os resultados não mostram o desempenho real do Seagate Central.

Só para ter uma noção, fizemos uma comparação com um componente de armazenamento instalado no computador. Um disco rígido da mesma marca em um PC de desempenho modesto consegue resultados até 5 vezes melhores. Em nossos testes, nosso disco rígido da Seagate alcançou 110 MB/s na leitura sequencial e 100 MB/s na escrita sequencial.

É claro que isso não quer dizer muita coisa, já que o mais importante são os números e resultados práticos. Dessa forma, efetuamos algumas transferências com arquivos de tamanhos avantajados. Abaixo, você pode conferir os resultados de um teste (em uma rede com cabos do tipo Gigabit) com um arquivo de 2 GB.

Acesse no PC, no celular, na TV e em qualquer lugar

O Seagate Central tem espaço de sobra, apresenta ótimo desempenho e traz ferramentas de uso bem simples, mas sua grande vantagem é o leque de possibilidade para acesso remoto.

Além de poder utilizá-lo no computador usando a interface do sistema, você pode acessar os arquivos através do seu smartphone (Android e iPhone), da sua televisão (com o uso da tecnologia DLNA) e até mesmo no video game.

Não está em casa? Tudo bem, pois seus dados podem ser acessados através da internet (com um nome de usuário e senha que você cria no setup do aparelho). Dá para escutar músicas diretamente no celular ou no navegador do computador.

Com as televisões mais recentes, você pode transmitir vídeos (com os mais variados tipos de codecs) e curtir outros conteúdos sem precisar realizar configurações complicadas. O streaming em redes sem fio e até mesmo via 3G é excelente.

Vale a pena?

Não é fácil encontrar o Seagate Central nas lojas do Brasil, mas o modelo de 4 TB tem preço estimado de R$ 1.300 (a versão de 2 TB custa R$ 900 e a de 3 TB será vendida por R$ 1.150). É um valor um pouco salgado, porém, se considerarmos que estamos tratando de um aparelho com diversos recursos e um espaço de armazenamento considerável, acreditamos que vale a pena a aquisição do produto.

A simplicidade na configuração, o desempenho satisfatório e as facilidades para acessar os arquivos em quaisquer tipos de aparelhos (inclusive através da internet) são alguns benefícios que valem a pena ser ressaltados.

Obviamente, o aparelho é destinado especialmente para quem tem muitos arquivos para fazer backup e pretende ter um centro de entretenimento — e se este não é seu caso, então o Seagate Central não terá muito a oferecer. Ficamos satisfeitos com o produto e recomendamos a aquisição!

Cupons de desconto TecMundo: