(Fonte da imagem: Reprodução/BBC)

Os scanners de laser 3D não são uma novidade, tanto que eles já foram utilizados de diversas maneiras diferentes. Contudo, aparelhos desse gênero não podem ser usados para escanear qualquer tipo de material e a maioria deles conta com um alcance bastante curto — fato que limita ainda mais a sua utilidade.

Para mudar essa história, cientistas da Heriot-Watt University, na Escócia, desenvolveram um novo sistema com a tecnologia ToF, que pode mudar a maneira como scanners desse tipo são utilizados. Com a novidade, os aparelhos “ganham” um alcance de até 10 quilômetros e a capacidade de identificar praticamente qualquer tipo de objeto.

Com isso, até mesmo produtos não reflexíveis podem ser achados, como carros em movimento, por exemplo. No entanto, essa tecnologia ainda não consegue trabalhar com a pele humana, pois ela não reflete o laser da mesma maneira que a maioria das outras superfícies o faz.

Precisão espantosa

Os responsáveis pelo projeto afirmam que o sistema desenvolvido permite que os scanners identifiquem a posição de diferentes objetos com uma precisão impressionante — a taxa de erro fica na média de um milímetro. Por conta disso, esse sistema pode começar a ser utilizado para traçar a localização e a trajetória de diferentes tipos de objetos.

Cupons de desconto TecMundo: