A batalha judicial que vem ocorrendo entre a Samsung e a Apple não é nenhuma novidade, e aparentemente estava pendendo para o lado da companhia americana. No entanto, um novo desdobramento dessa história pode mudar o rumo das coisas de uma forma completamente inesperada.

Diversas empresas com grande peso no ramo tecnológico resolveram tomar o partido da fabricante coreana durante o processo para reverter a sentença que a condenou a pagar US$ 548 milhões (aproximadamente R$ 1,7 bilhão) à Apple. Companhias como Google, Facebook, Dell, HP, eBay e outras enviaram uma petição conjunta à Corte Federal de Apelação dos Estados Unidos se posicionando como “amigas da corte” da Samsung e solicitando que a multa seja revogada.

O motivo da ação seria evitar que se abra um precedente para esse tipo de processo no futuro. A multa, que inicialmente era de US$ 1 bilhão (aproximadamente R$ 3,2 bilhões), refere-se aos supostos lucros totais obtidos pela Samsung por conta de seus aparelhos da linha Galaxy, que copiaram o design dos dispositivos criados pela Apple.

Objeção!

As companhias que se declararam a favor da fabricante asiática não pagar valor algum à empresa de Cupertino afirmam o seguinte: “Um smartphone é uma combinação única de bits e peças que trabalham juntos para entregar qualidade ao consumidor, então não se pode dizer que dois dispositivos sejam idênticos”.

Permitir que o pagamento da indenização seja realizado supostamente tornaria lugar comum os processos por conta de qualquer similaridade que exista entre dois produtos de empresas concorrentes. O simples formato de um ícone poderia ser motivo para ações judiciais e batalhas jurídicas sem fim, por exemplo.

Em resposta, a Apple solicitou que o documento fosse desconsiderado, citando especificamente a Google como uma “amiga da corte” não parcial no caso em questão devido ao seu relacionamento comercial com a Samsung.

Cupons de desconto TecMundo: