Nos smartphones, os processadores estão cada vez melhores e mais potentes, enquanto a memória RAM chega a 4 GB em vários dispositivos. Só falta melhorar uma coisa: a quantidade de GBs disponíveis para armazenamento não só nos aparelhos top de linha, mas também em alguns intermediários ou de menor custo.

A Samsung está com esse pensamento em mente: a fabricante sul-coreana apresentou um chip de armazenamento de alta densidade destinado ao mercado de dispositivos intermediários. O eMMC 5.0 tem capacidade para 128 GB.

Isso significa que aparelhos de menor custo também poderiam apresentar armazenamento de 128 GB sob um menor custo para a fabricante. A ideia é que o desempenho seja muito similar à memória eMMC 5.1, com 260 MB/s de leitura de dados sequenciais e até 6.000 operações de input e output com segundo em escrita e leitura de dados aleatórios. Este último valor é quatro vezes mais do que um cartão externo de memória tradicional.

Esse chip de armazenamento NAND de 3 bits vai "conviver" lado a lado com a UFS 2.0, a memória de aparelhos como o Galaxy S6. Esse tipo é tido como o futuro da indústria, porém tem altos custos de produção como consequência.

Cupons de desconto TecMundo: