A Samsung quer recordes de vendas com os aguardados Galaxy S6 e S6 Edge. A apenas algumas semanas da abertura de pré-vendas, a gigante coreana turbina os volumes de produção para atender a alta demanda e garantir que os estoques não sequem.

A empresa teria acelerado a produção e agora quer construir cerca de 13 milhões de unidades até o final de abril – sim, 13 milhões. Desse montante, 4 milhões serão compostos pelo Galaxy S6 Edge.

O amigo curvilíneo do Galaxy S6 terá um volume menor por algumas razões pontuais. Uma delas seria a dificuldade na produção: o formato curvo é algo que definitivamente nunca foi fácil de se fabricar, ainda mais com pressa, que é inimiga da perfeição. Outro fator relevante é que o S6 Edge não é, naturalmente, tão badalado quanto o Galaxy S6, visto como um "produto universal". A Samsung enxerga o Edge como um produto de nicho.

Os dois aparelhos serão lançados globalmente no dia 10 de abril, e a estimativa é que as pré-vendas sejam iniciadas no dia 1º do mês, que, por acaso, é o Dia da Mentira.

Cupons de desconto TecMundo: