Ontem (13), a Samsung apresentou ao mundo o Galaxy Alpha sem muita cerimônia. O aparelho estava sendo bastante comentado por conta de infinitos rumores na internet e acabou criando bastante expectativa. Depois do anúncio, entretanto, ficou a dúvida sobre qual exatamente seria o processador do aparelho.

Tudo o que se sabia nesse departamento era que o chip seria um octa-core combinando quatro núcleos de 1,8 GHz e mais quatro de 1,3 GHz. Hoje, a coreana fez o anúncio oficial do seu novo processador, que acompanha o Galaxy Alpha.

Ele se chama Exynos 5430 e tem exatamente essas especificações comentadas anteriormente. A novidade mesmo é que ele foi construído em 20 nm em vez da escala tradicional de 28 nm, sendo então o primeiro de sua geração.

Isso garante um processador menor, que consome menos energia, mas que não perde em desempenho quando comparado aos similares de mesmo clock. Fora isso, ele é compatível com o sistema big.LITTLE HMP, o que significa que cada um dos oito núcleos do chip podem trabalhar completamente independentes um do outro, sendo possível ainda desligar e ligar qualquer um deles a qualquer momento sem comprometer os demais.

Será que dessa vez vai?

Com isso, espera-se que a experiência meio travada do TouchWiz possa ser resolvida nos aparelhos da Samsung. Mesmo assim, o aparelho em que esse processo de 20 nm com chips octa-core deve mesmo impressionar é no Galaxy Note 4, que a coreana apresentará na IFA no mês que vem. Ele deve contar com o Exynos 5433, uma versão melhorada do chip do Galaxy Alpha.

De qualquer maneira, a Samsung diz ainda que Exynos 5430 conta com uma GPU Mali T628MP6, sendo capaz de suportar resoluções de 2560x1440 e 2560x1600. Espera-se também 25% menos consumo de bateria.

Cupons de desconto TecMundo: