Na última segunda-feira (07), uma fábrica de eletrônicos da Samsung foi roubada em Campinas, no interior de São Paulo, e os ladrões levaram cerca de 40 mil dispositivos da marca avaliados em R$ 14 milhões.

A forma “profissional” como os ladrões agiram e o foco em aparelhos móveis, como smartphones e tablets, chamou a atenção da Polícia Civil de SP o caso está sendo considerado como possivelmente relacionado ao assalto ao galpão da TAM em 2012, quando uma quadrilha levou um lote de produtos da Apple que valia R$ 3,5 milhões.

Esse caso mais antigo aconteceu também na região de Campinas, no Aeroporto Internacional de Viracopos, e, até hoje, nunca foi resolvido, apesar de algumas pessoas terem sido interrogadas por suspeita de participação. Havia um sistema de rastreamento na carga que foi cuidadosamente removido no local do roubo, o que indica uma ação muito bem programada e com base em conhecimento detalhado do local.

No caso da carga da Samsung, funcionários da fábrica foram intimidados com metralhadoras e obrigados a ajudar a carregar sete caminhões com os produtos da coreana e seus celulares também foram levados, porém os criminosos descartaram esses aparelhos durante a fuga.

A Polícia Civil de São Paulo ainda está fase inicial de investigações sobre esse caso, mas a Policia Rodoviária e a Polícia Federal receberam informações para auxiliar no rastreamento e na possível apreensão. Ainda assim, como poucas pistas foram deixadas pelos criminosos, o caso pode ficar congelado, como o do galpão da TAM.

Cupons de desconto TecMundo: