(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Um dos problemas para aumentar a capacidade de armazenamento de dispositivos eletrônicos é o tamanho dos chips de memória. Como eles são muito pequenos, fica difícil fazer com que mais informação seja guardada na mesma quantidade de células, que continuam tendo o mesmo tamanho — ou seja, a evolução desses componentes parece ter estagnado.

Para conseguir superar esses obstáculos, diversas soluções estão sendo testadas, mas a Samsung já começou a produzir os chips de memória conhecidos apenas como V-NAND. Esses componentes são construídos utilizando estruturas de três dimensões para posicionar as células que vão armazenar dados, de modo que o trabalho não se limita ao 2D.

Além de possibilitar o aumento da capacidade de armazenamento, o pessoal da companhia sul-coreana também afirmou que a técnica é mais confiável do que a utilizada atualmente. E, para melhorar, os novos chips também são lidos de forma mais rápida, agilizando o trabalho dos produtos eletrônicos que os usarem.

E aí, será que vai demorar muito para que a Samsung comece a utilizar a novidade em seus smartphones, tablets ou computadores?

Cupons de desconto TecMundo: