Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Quando a Microsoft anunciou sua nova geração de sistemas operacionais para dispositivos móveis, muita gente se empolgou. A entrada da empresa no mercado de tablets era um marco que iria despolarizar a briga entre iOS e Android, colocando novas opções ao consumidor. No entanto, mesmo com as grandes expectativas iniciais, a recepção não foi tão boa assim.

Tanto que a Samsung anunciou que vai parar de desenvolver aparelhos voltados para o Windows RT, sobretudo o ATIV Tab, na Alemanha e em outros países europeus. De acordo com a companhia sul-coreana, as razões para esse fim de produção se dá exatamente pela falta de interesse por parte do consumidor. Segundo ela, uma pesquisa realizada com lojistas revelou que a demanda de produtos da marca com o sistema era baixíssima.

Com isso, o tablet acaba de perder mais um forte mercado consumidor. No início de janeiro, a empresa já havia anunciado que deixaria de vender o ATIV Tab em território norte-americano, alegando que o aparelho encontrou muitas dificuldades de se estabelecer no segmento por conta da confusão que a divisão feita pela Microsoft causou.

Segundo ela, boa parte do público ainda não entende muito bem as diferenças entre o Windows RT e o Windows 8 e que a ideia de que o primeiro é uma edição “limitada” não ajuda nas vendas. Além disso, a Samsung afirmou que os custos necessários para “educar” o consumidor sobre as características e vantagens do RT seriam mais altos do que o retorno que a ação traria.

Cupons de desconto TecMundo: