(Fonte da imagem: Reprodução/Yonhap)

Fontes de notícias coreanas estão relatando a morte de um funcionário da Samsung por problemas com vazamento de gás. O incidente teria ocorrido em uma fábrica de semicondutores em Hwaseong, na Coreia, na noite de ontem (27), em torno das 23h em horário local.

O problema teria ocorrido em um tanque de mais de 500 litros de ácido fluorídrico, que começou a vazar, em grande parte em forma de gás. Até as 5h da manhã, cerca de 10 litros do ácido haviam vazado.

Ainda não existem informações precisas sobre o acidente, mas durante a noite a Samsung teria chamado um serviço de assistência para dar conta do vazamento. No entanto, a empresa comunicou o acidente às autoridades somente perto das 15h, cerca de uma hora depois que o funcionário da manutenção havia morrido pela exposição ao ácido. Além dele, mais quatro trabalhadores foram hospitalizados e apenas um já recebeu alta.

Trabalhador estava sem equipamento obrigatório

Segundo informações da agência de notícias coreana Yonhap, o funcionário que faleceu era o único da equipe que não estaria utilizando todo o traje obrigatório de segurança, mantendo apenas o uso da máscara de gás.

Enquanto a polícia coreana ainda investiga os fatos para saber se a Samsung violou ou não as leis por não relatar o vazamento, a empresa responsável pela manutenção afirma que os indícios iniciais apontavam um “vazamento mínimo”.

Ainda segundo a agência de notícias, caso fique comprovado que houve negligência no caso, a pessoa encarregada pela manutenção e a empresa devem ser processadas por “falta de gestão e orientação de funcionários”.

Cupons de desconto TecMundo: