(Fonte da imagem: Reprodução/Android Authority)

A Apple e a Samsung têm sido as protagonistas de uma longa novela de disputas judiciais por supostas quebras de patente. Em uma das últimas sentenças, a empresa coreana foi condenada a pagar mais de US$ 1 bilhão para a Maçã por um tribunal dos Estados Unidos.

Contudo, as duas gigantes tecnológicas travam outras batalhas nas Cortes de outros países, como Alemanha, Reino Unido, Japão e Holanda – onde a Samsung é acusada de copiar um mecanismo que visa prevenir que dois botões diferentes sejam pressionados ao mesmo tempo em telas sensíveis ao toque.

Segundo o site PCWorld, para evitar que os seus aparelhos sejam obrigados a sofrer um recall ou até mesmo serem banidos da Holanda, a Samsung está argumentando que não violou essa patente da Apple porque os gadgets com Android possuem uma qualidade inferior de multitoque se comparados aos dispositivos da Maçã.

A verdade é que os dois sistemas operacionais podem fazer esse controle de comandos, com a diferença de que o iOS realiza isso de maneira automática. Por isso, a empresa coreana se defende dizendo que o funcionamento do recurso empregado em seus produtos é diferente. Justificando esse argumento, a Samsung explica que essa inferioridade do Android se deve à sua maior complexidade, o que torna o trabalho dos desenvolvedores mais duro.

Caso essa jogada dos advogados de defesa não dê certo, a Samsung pode ter um impacto gigantesco em suas vendas em toda a Europa, pois um dos seus principais centros de distribuição no continente fica na Holanda.

Fonte: PCWorld

Cupons de desconto TecMundo: