Cena do filme “2001: Uma Odisseia no Espaço” (Fonte da imagem: Reprodução/SlashGear)

A Samsung está convicta de que o iPhone e o iPad não são tão originais quanto a Apple acredita, e por isso está buscando diversas fontes anteriores ao lançamento do tablet e do smartphone para provar isso no tribunal – a empresa coreana está sendo acusada pela Apple de criar dispositivos muito similares aos dois produtos.

No processo judicial que está em curso nos Estados Unidos, a Samsung apresentou o que parecia improvável: imagens do filme “2001: Uma Odisseia no Espaço”, e da série de televisão britânica The Tomorrow People como provas do que está argumentando.

Tanto o filme quanto a série apresentam personagens usando tablets e, de acordo com informações do site de notícias The Verge, a Samsung alegou que ambos constituem uma “arte prévia”, ou seja, “criações pré-existentes que questionam a originalidade das patentes da Apple”.

O problema é que, quando a Samsung apresentou as imagens sobre o caso em 2011, ela não tinha revelado o fato de que pretendia usá-las para questionar a validade das patentes da Apple. Como resultado, a juíza Lucy Koh decidiu que as imagens não poderão ser usadas como prova.

Provas rejeitadas pela juíza (Fonte da imagem: SlashGear)

Outras provas também foram rejeitadas pela juíza (acima), como um tablet de 1994 projetado por Roger Fidler, o Compaq TC1000, e até um design criado pela Sony. A decisão mostra que Lucy Koh não aceitará que a Samsung apresente outros projetos de design para justificar que os seus produtos não são cópias da Apple. 

Cupons de desconto TecMundo: