(Fonte da imagem: Reprodução/AllThingsD)

Em mais um capítulo da batalha legal envolvendo a Samsung e a Apple, as duas companhias estão brigando para saber qual o local em que cada uma delas vai sentar nos tribunais. Segundo o All Things D, as duas empresas se negam a desempenhar somente o papel de réu, já que ambas também possuem acusações a fazer.

Para resolver essa situação, a Samsung insiste que as duas organizações sejam referidas como as “reclamantes” no processo. Além disso, a sul-coreana exige que seus advogados possam sentar-se na mesa destinada à parte queixosa durante certos períodos dos procedimentos legais tomados pelo tribunal.

“O tratamento igualitário de ambas as partes com respeito ao local em que elas sentam enquanto apresentam seus casos vai acabar com qualquer preconceito contra a Samsung que possa ser resultante da maior proximidade da Apple com os jurados durante o julgamento... Isso também vai garantir que o júri não tenha impressões erradas devido ao tratamento diferenciado em relação ao posicionamento diferente de cada lado presente na sala do tribunal”, disse a empresa em uma declaração.

Embora as justificativas da companhia pareçam fazer sentido até certo ponto, é difícil não ficar com a impressão de que elas pertencem mais a uma classe escolar infantil do que a um tribunal. Quando se leva em conta que o processo envolve as duas maiores empresas de tecnologia do mundo, um constrangimento do tipo deveria ser evitado com todas as forças.

Fonte: AllThingsD

Cupons de desconto TecMundo: