(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Depois de brigar na justiça para suspender a venda do Galaxy Tab de 10,1 polegadas nos Estados Unidos, a Apple finalmente conseguiu o que queria: a juíza Lucy Koh, do Estado da Califórnia, entendeu que a Samsung infringiu a lei ao quebrar patentes de design previamente registradas pela Maçã. Com isso, a empresa está temporariamente proibida de vender o produto em território norte-americano.

Inicialmente, Koh havia negado o pedido em liminar da Apple, mas com a insistência do Tribunal Federal, a juíza entendeu que a fabricação do tablet da Samsung é um caso de quebra de patente.

A Samsung agora deve entrar com um recurso diretamente em Washington para tentar reverter a decisão. No entanto, a situação não é tão simples: a Apple deve pagar cerca de US$ 2,6 milhões antes que a proibição entre em vigor. Isso é um tipo de proteção para a Samsung, caso a decisão seja anulada em recurso.

Segundo o PhAndroid, caso a Samsung não ganhe o recurso, possivelmente seria forçado um acordo entre as duas empresas. Caso os rumores de lançamento de um Galaxy Note de 10,1 polegadas se confirmem, a Samsung poderia simplesmente encarar o Galaxy Tab como um caso perdido.

Fontes: PhAndroid, BGR

Cupons de desconto TecMundo: