Em mais um capítulo das diversas disputas entre Samsung e Apple, a empresa da Maçã está acusando a fabricante sul-coreana de destruir provas na guerra de patentes em curso entre as duas, exigindo que o tribunal pressione o júri a assumir que a Samsung temia ser processada.

Segundo a Apple, a Samsung supostamente "descuidou-se" com seu sistema de armazenamento de emails (onde estariam as provas que sumiram) e deveria ser "convenientemente culpada pela eliminação de grandes quantidades de relativas evidências, em flagrante desrespeito do dever de preservar todas as provas".

O clima esquenta

A alegação pode representar um duro golpe na defesa da Samsung, caso o tribunal concorde com as acusações da Apple. A atitude da empresa sul-coreana se enquadraria como "Espoliação de Provas" – quando se retém de forma dolosa ou negligente, esconde-se, altera ou destrói evidências relevantes em um processo legal.

Os advogados da Apple estão solicitando que a Samsung seja culpada por agir de má fé, por não cumprir com seu dever legal de preservar as provas relevantes. Se o júri considerar que a Samsung infringiu as patentes da Apple, o encobrimento de provas poderá ser visto como "intencional, deliberado e sem levar em conta os direitos da empresa".

A Samsung rejeitou as acusações e diz que pode convencer o tribunal que os argumentos da Apple são falsos. A empresa deve apresentar uma resposta oficial amanhã, dia 15 de maio. A audiência entre as duas companhias está marcada para o dia 7 de junho. 

Fonte: SlashGear, MacWorld

Cupons de desconto TecMundo: