(Fonte da imagem: Reprodução/Samsung)

A Samsung anunciou essa semana que o Galaxy Note, o híbrido de celular e smartphone que possui 5,3 polegadas, ultrapassou a marca de cinco milhões de unidades vendidas nos cinco primeiros meses que está no mercado. A informação foi publicada no blog internacional da empresa.

O dispositivo foi vendido de forma rápida e levou a Samsung Electronics a ganhar dois terços do mercado sul-coreano de telefonia móvel, transformando a empresa na provedora líder de aparelhos móveis em países como Coreia, China, França, Espanha, entre outros.

O Galaxy Note foi recebido com certo ceticismo pelo mercado na época de seu lançamento, a ponto de ser rotulado como “estranho”. Agora, podemos notar a evidente demanda existente para o aparelho. O Note conta com processador dual-core de 1,4 GHz, 16 ou 32 GB de armazenamento interno, câmera principal de 8 megapixels e outra frontal, de 2 MP. O dispositivo é compatível com qualquer rede HSPA+ ou LTE (conhecida como 4G nos Estados Unidos).

Qual o segredo do sucesso do Galaxy Note? Para a Samsung, os trunfos do aparelho são a tela HD Super Amoled e caneta S-Pen, que recria a experiência de usar uma caneta real, com precisão analógica.

A Samsung também anunciou uma atualização para o Note, chamada de “Suite Premium”. O novo software inclui funcionalidades extras de multimídia, uma gama de novas aplicações otimizadas para a S-Pen e uma atualização para o Android 4.0 Ice Cream Sandwich.

Será que finalmente o iPad tem um rival à altura? A julgar pelos números, a Samsung acredita que sim.

Cupons de desconto TecMundo: