A Samsung trouxe ao Brasil o modelo R7 da linha Wireless Áudio 360 com o objetivo de proporcionar uma forma única de reprodução de som em sua casa ou para animar festas.

O modelo traz dois diferenciais: o primeiro é o design único, refinado e com um visual que não tem como não chamar a atenção; o segundo está na parte técnica, já que a Samsung garante que o modelo é capaz de distribuir o som de forma igual em todas as direções, sem concentrá-lo somente para onde um alto-falante convencional fica apontado.

Conferimos o modelo nas cores branca e preta e testamos as caixas de som funcionando em conjunto e individualmente. As nossas impressões você confere no vídeo acima e na análise a seguir.

Um design curioso

O design da caixa é bastante elegante, com materiais de muita qualidade na composição do produto. Ambas as cores (branca e preta) combinam bem com o produto e certamente podem compor um conjunto de televisor e console, por exemplo.  O visual pode causar um pouco de estranhamento no começo: ele lembra um “ovo de alien” ou até a robô Eva, do Wall-E, de cabeça para baixo, mas logo já ganha a sua simpatia.

Fique de olho nas medidas da sua casa: a caixa de som pode ser um pouco alta demais e não caber em alguns móveis, como em prateleiras com teto. Outro cuidado que você deve ter é na hora de segurar o produto: use sempre as duas mãos para não danificar a estrutura do alto-falante, que fica na parte superior da caixa.

A ideia é ser tão futurista que o modelo nem tem cabos de áudio tradicionais. O alto-falante também não fica muito visível — e muita gente pode nem reconhecer que aquele objeto esquisito na sua sala de estar é uma caixa de som. A parte de cima da caixa é frágil, e o contato deve ser evitado a todo o custo, mas a “casca” é resistente. O modelo na cor branca sai perdendo por acumular sujeira de forma bem mais visível.

A caixa de som possui quatro botões na parte frontal. O primeiro reproduz e pausa o conteúdo. Ao lado, você aumenta ou diminui o volume do que está tocando. Os dois últimos servem para trocar a fonte do áudio e alternar o produto para o modo de espera. Eles são ativados com toques bem sutis e, apesar de não indicarem exatamente onde o sensor de toque começa, você se adapta rapidamente aos comandos.

Configurando as caixas

A configuração de uma ou várias caixas de som para funcionar com o seu tablet ou smartphone é um dos grandes trunfos da Samsung. O pareamento é bastante rápido, e o aplicativo Samsung Multiroom facilita bastante o processo.

O primeiro passo é conectar o seu aparelho ao WiFi e ligar a caixa de som na tomada. Em seguida, é só usar o app para encontrar o R7 e seguir os procedimentos, que envolvem segurar dois botões da caixa por alguns segundos e colocar a senha da internet no smartphone para confirmar o pareamento.

Você seleciona também se quer adicionar mais caixas de som para fazer um sistema complexo de áudio em casa. As caixas podem ser pareadas de três maneiras — elas podem tocar o mesmo conteúdo em “Group” e em “Surround”, sendo que a segunda opção proporciona uma ambientação mais imersiva utilizando todo o conjunto.

Mas, se você quiser, é possível fazer com que cada uma execute um conteúdo diferente. Depois de 15 minutos inativa, a caixa entra em um modo de economia de energia.

Usando o app

O aplicativo Samsung Multiroom é necessário para conectar a caixa de som a um dispositivo móvel. Ele pode ser baixado tanto para Android quanto para iOS, além de estar disponível nas lojas internas de outros produtos da Samsung.

Dentro do app, você pode escolher o serviço de música que vai utilizar. Estão disponíveis Spotify, Deezer, 8tracks e TuneIn, entre outros — lembrando que você precisa ter o app instalado no tablet ou smartphone. Se preferir, ele também pode tocar a biblioteca de músicas que estiverem armazenadas no aparelho. Os seguintes formatos são suportados: AAC, OG, AIFF, MP3 (até 320 kbps), WMA, ALAC (até 192 kHz), WAV (até 192 kHz) e FLAC (até 192 kHz).

Há ainda o modo SoundConnect, que liga o alto-falante a uma TV Samsung e melhora consideravelmente o sistema de som do televisor, já que reproduz o áudio no modelo Wireless Áudio 360.

O app tem controles muito simples, para gerenciar tanto as músicas quanto as caixas de som. Agrupar os modelos é fácil e você pode controlar o volume do conjunto ou de cada alto-falante rapidamente. Cada unidade possui ainda um equalizador manual ou que se ajusta a alguns gêneros de música.

Qualidade do áudio

A tecnologia de áudio “Ring Radiator” faz com que o som seja espalhado em todas as direções do cômodo, gerando áudio de igual qualidade em 360º. Ele também elimina o problema do "sweet spot", que é ter um único lugar na sala com a melhor qualidade de áudio, pois o som é direcionado para lá.

A caixa acústica é composta por duas lentes acústicas: uma em cima e outra na parte inferior, quase na base. Isso faz com que a distribuição seja tão uniforme — e o áudio fica ainda mais claro se a caixa não ficar cercada de objetos ou paredes, por exemplo.

É recomendado o uso de conexão WiFi para o produto. Com essa conectividade, você pode parear vários dispositivos de uma só vez, reproduzir fontes de som sem perda de qualidade e até aproveitar serviços de música diferentes usando o Samsung Multiroom.

Com Bluetooth, só é possível ligar um aparelho por vez, sofrer com perda de qualidade de áudio e instalar um app para cada serviço de streaming. Porém, entendemos que essa pode ser a sua única opção em caso de sinal de WiFi ruim ou inexistente.

Vale a pena?

Se você está em busca de algo além de um simples alto-falante, o modelo R7 da linha Wireless Áudio 360 é mais que recomendado. A experiência de som oferecida pelo produto é incrível, e não tem como não ficar encantado com a qualidade das músicas reproduzidas.

O design em forma oval pode causar algum estranhamento inicial, mas você logo se acostuma e dá um jeito de fazer a caixa de som combinar com a decoração da sua casa. As duas cores são bonitas e bem selecionadas pela fabricante, e o material “premium” dá um ar ainda mais chamativo e refinado ao produto.

A falta de cabos de áudio para conexão física não é um problema, já que a conexão pelo app é muito bem feita. Mas essa modernidade não é aplicada em tudo no produto. A caixa não tem bateria interna, o que significa que você só pode ligá-lo em uma tomada. Para piorar, o cabo é curto e pode ser difícil encontrar um lugar perfeito para o modelo em um cômodo sem encher o caminho de fios.

O uso exclusivo pelo Samsung Multiroom até poderia ser considerado um ponto negativo, mas a fabricante caprichou no app. Ele é fácil de usar, realiza o pareamento com uma caixa de som em menos de 2 minutos e tem controles intuitivos que servem tanto para quem deseja extrair o máximo da qualidade do modelo quanto para quem só quer curtir um som na hora.

A caixa ganha pontos também por suportar vários formatos, inclusive os de baixa compressão. Poder escolher entre WiFi e Bluetooth é uma boa ideia, e ambas as conectividades operam com competência, apesar de o Bluetooth ser restrito e perder em qualidade de áudio. A conexão direta com serviço de streaming também é uma grande sacada, mas essa função é um pouco limitada. Alguns serviços de música ficaram de fora, como o Google Play Music, o Apple Music e o Tidal. Isso pode ser resolvido com atualização no app Multiroom, então fica a dica para a Samsung se atualizar.

O modelo é bem caro se comparado com outros alto-falantes convencionais. Cada caixa tem o preço sugerido de R$ 2,2 mil, o que a torna um produto para poucos — ainda mais se a ideia é montar um sistema de som pela casa com várias unidades. Se a grana não é um problema para você, e o objetivo é mesmo montar algo top de linha quando o assunto é qualidade na reprodução, áudio homogêneo em todos os cantos do cômodo e agilidade no pareamento, essa caixa de som é perfeita para você. O produto está disponível no Brasil desde outubro de 2015, e é possível encontrá-lo com alguns descontos em lojas online.

Cupons de desconto TecMundo: