O Chaos Computer Club (CCC), equipe de hacker alemã ativa desde 1981, divulgou um vídeo no qual mostra o procedimento. Segundo o grupo, isso poderia ser facilmente replicado por qualquer pessoa, bastaria ter uma foto impressa em alta resolução do dono de um aparelho para colocar em xeque todo o esquema de segurança pensado pela Samsung.

“Uma fotografia em alta resolução obtida na internet é o suficiente para capturar uma íris”, garantiu o porta-voz do CCC Dirk Engling. “Ironicamente, nós obtivemos os melhores resultados com as impressoras a laser fabricadas pela Samsung.”

Testes rigorosos

Segundo alegou a fabricante, o sistema de desbloqueio por íris foi desenvolvido "por meio de testes rigorosos", assim, ela já investiga o caso. Além disso, a sul-coreana garante estar pronta para dar uma resposta ágil a novos métodos que coloquem em xeque a segurança de seus usuários.

“Se há uma vulnerabilidade em potencial ou o advento de um novo método que desafia os nossos esforços para garantir segurança a todo momento, nós responderemos da forma mais rápida possível para resolver esse problema”, declarou a Samsung em comunicado.

Não é a primeira vez que o CCC incomoda uma gigante da tecnologia ao colocar à prova um sistema de segurança. Recentemente, o grupo conseguiu burlar o TouchID, o mecanismo de proteção biométrica da Apple usando pó de grafite, uma máquina de gravação a laser e cola de madeira.

Cupons de desconto TecMundo: