O ano de 2016 não foi dos melhores para a Samsung, especialmente porque uma das principais apostas da companhia para o ano, o Galaxy Note 7, foi um fracasso retumbante. Assim, 2017 chegou como um grande desafio, mas, ao que tudo indica, a sul-coreana vai superá-lo de forma triunfal. Uma das provas disso é a avaliação dos seus mais recentes flagships, os Galaxy S8 e S8+, pela Consumer Reports.

A publicação é conhecida em todo o mundo como uma das mais conceituada quando o assunto é a avaliação de eletrônicos. Para a alegria da Samsung, os seus dois aparelhos poderosos fazem dobradinha na ponta do ranking de smartphones da página, com o S8+ ligeiramente melhor e ocupando a primeira posição.

“Se você quer uma câmera impressionante, bateria de longa duração e uma tela belíssima em um pacote à prova d’água, um deles [S8 ou s8+] pode ser o telefone ideal”, escreve o redator da Consumer Reports Jerry Beilinson. “Você só precisa estar disposto a gastar o dinheiro do aluguel nele”, pondera o autor ao lembrar que S8 e S8+ custam US$ 720 e US$ 840, respectivamente. Por aqui, eles saem ainda mais caros: R$ 4 mil (S8) e R$ 4,4 mil (S8+).

Novos gadgets da Samsung são os melhores do ano até agora para a Consumer Reports.

Apesar da ressalva do preço, a Consumer Reports não poupa elogios para descrever os aparelhos da Samsung, afirmando que ambos têm visual “minimalista, moderno e elegante”, além de um design que permitiu a eles dispor de telas maiores sem aumentar de tamanho.

Câmera e bateria de ponta

E a bateria, grande fantasma da Samsung no caso do Note7, não decepciona nos novos lançamentos da empresa. “Esses problemas [do Note7] não afetaram os Galaxy S8 e S8+, e os novos modelos oferecem uma das maiores longevidades de bateria que nós já vimos em smartphones”, crava Beilinson.

Quando o assunto é tirar fotos, os aparelhos da Samsung também se saem muito bem e não ficam para trás dos principais rivais, mesmo sem ter um par de câmeras traseiras, como são os casos do iPhone 7 Plus e do LG G6. Para a Consumer Reports, os sensores dos gadgets da Samsung capturam imagens “com riqueza de cores e desempenho admirável em ambientes mal iluminados.”

Nem tudo são flores

Apesar da ótima avalição, um problema já bastante criticado do S8 e do S8+ foi lembrado durante a avaliação: a posição do leitor de digitais. Para Beilinson, o sensor biométrico está “estranhamente posicionado” ao lado da câmera traseira, algo que causar algumas cutucadas no vazio por parte dos usuários até que a posição exata seja encontrada.

Outro engasgo identificado pela publicação é a Bixby que, apesar de não ter sido levada em conta para definir a avaliação geral do aparelho, ainda não é capaz de oferecer todo o prometido pela Samsung. Contudo, mesmo com esses pequenos tropeços, os flagships da Samsung são os principais lançamentos do ano até agora na avaliação da revista.

Cupons de desconto TecMundo: