Um verdadeiro desastre para a Samsung, os problemas relacionados ao Galaxy Note 7 estão afetando a reputação de outros produtos da companhia. Com medo de possíveis explosões, muitos consumidores estão preferindo comprar aparelhos concorrentes, o que afeta negativamente as vendas do Galaxy S7.

Aparentemente ciente do problema, a fabricante divulgou no último sábado (19) uma declaração pública em que garante que não há nada de errado com a bateria do smartphone. “Não houve casos confirmados de falhas internas de bateria entre os mais de 10 milhões de dispositivos usados por consumidores nos Estados Unidos”, afirma a companhia.

Não houve casos confirmados de falhas internas de bateria entre mais de 10 milhões de dispositivos

“No entanto, estamos cientes de alguns casos resultantes de danos externos severos. Até que a Samsung obtenha e examine qualquer dispositivo, é impossível determinar a causa verdadeira de qualquer incidente”, complementa a declaração. O pronunciamento também parece uma resposta a alguns consumidores que estão danificando propositadamente suas unidades do Galaxy S7 para dar a entender que o gadget tem problemas semelhantes ao do Galaxy Note 7.

Apesar do posicionamento da companhia sul-coreana — e do fato de que nenhuma unidade do Galaxy S7 ou do modelo Edge “explodiu” como resultado de problemas em suas baterias —, vai ser difícil ela convencer o público da segurança de seus dispositivos. Ao menos durante algum tempo, a associação entre as palavras “Samsung” e “explosões” deve continuar existindo, restando à fabricante esperar pela passagem do tempo e produzir aparelhos seguros para resgatar sua boa imagem perante o público.

Cupons de desconto TecMundo: